domingo, 7 de maio de 2017

Americano Batista recebe Blitz Familiar nesta terça-feira (09)

Fotos/ Dayane Ramalho
O Colégio Americano Batista (CAB) recebe nesta terça-feira, 09 de maio, das 9h às 16h, pelo terceiro ano consecutivo, a Blitz Familiar. O evento gratuito e aberto ao público é realizado pela Polícia Civil de Pernambuco e está em sua 5ª edição. A finalidade desta ação é restabelecer o comprometimento familiar visando melhorar o comportamento da sociedade. Sete órgãos entre departamentos e delegacias participam da iniciativa visando aproximar cada vez mais, a Polícia Civil, que esse ano comemora 200 anos, da sociedade.]



De acordo com o delegado Francisco Nogueira, chefe da Unidade de Assistência e Avaliação de Pessoal- Uniassap e um dos coordenadores desse evento, a Blitz Familiar proporciona um dia de interação direta da população com órgãos e departamentos que sempre estiveram à disposição da sociedade. O objetivo principal é esclarecer dúvidas com relação a atribuição específica destes departamentos e delegacias da Polícia Civil facilitando o acesso das pessoas, sobretudo as mais humildes, aos inúmeros serviços gratuitos disponibilizados pelo órgão.



Os Departamentos de Polícia da Mulher (DPMUL), da Criança e do Adolescente (DPCA) e de Repressão ao Narcotráfico (DENARC) estarão presentes realizando palestras, esclarecendo dúvidas, distribuindo folhetos e veiculando vídeos explicativos sobre os órgãos e orientando a população em que momentos os mesmos devem ser acionados. As Delegacias do Consumidor (DECONC) e de Polícia do Idoso (DPI) também participam da Blitz Familiar com o mesmo intuito. O Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB) além de atender 100 pessoas carentes, pré-agendadas, e que se encontram em processo de ressocialização, irá esclarecer dúvidas, distribuir folhetos e orientar a população como tirar de forma mais rápida os seus documentos.


O momento show da Blitz Familiar acontece por volta das 11h, quando o Comando de Operações e Recursos Especiais (CORE) realiza apresentações com cães farejadores e a simulação de operação anti-sequestro. Essa ação acontece dentro de um ônibus, estacionado nas dependências do Colégio Americano Batista.


De acordo com o diretor do CAB, pastor Joel Bezerra, o evento é sediado com muita alegria pela instituição. Todos os alunos comparecem ao evento e são liberados, a partir da segunda aula, para participarem das atividades. "É muito importante o Americano Batista se tornar um canal de interação entre a sociedade e a Polícia Civil. Todas as pessoas serão muito bem recebidas e o Colégio, verdadeiramente, abre as suas portas para a população", enfatiza.





Segundo o capelão da Polícia Civil de Pernambuco, Daniel Ramalho, a proposta da instituição é formar uma parceria com Núcleos Familiares, ampliando o relacionamento social entre eles e proporcionando uma segurança onde todos participem trazendo resultados positivos na nossa qualidade de vida.

SERVIÇO:

BLITZ FAMILIAR
Quando:  Nesta terça-feira, 09 de maio, das 9h às 16h
Acesso: gratuito e aberto ao público
Onde: Colégio Americano Batista
Rua Dom Bosco, 1308, Boa Vista, Recife-PE
Informações :  81. 2122.5599

Delegacias participantes
- CORE - Comando de Operações e Recursos Especiais
- DPMUL - Departamento de Polícia da Mulher
- DENARC - Departamento de Repressão ao Narcotráfico
- DECONC - Delegacia do Consumidor
- DPI - Delegacia de Polícia do Idoso
- DPCA - Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente
- IITB - Instituto de Identificação Tavares Buril

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Abril pro Corte pela doação de cabelos e alimentos

2ª edição do evento acontece neste domingo, dia 30, das 10h às 16h, no Parque Dona Lindu e oferecerá serviços gratuitos para população - Foto Marina Gargantini




Um mutirão de solidariedade vai acontecer no próximo dia 30 de abril, das 10h às 16h, no Parque Dona Lindu, Zona Sul do Recife. Pacientes com câncer, que perderam seus cabelos por causa dos efeitos colaterais da quimioterapia, poderão contar com uma ajuda psicológica a mais no tratamento. A 2ª edição do Abril pro Corte reunirá 30 profissionais de beleza e outros 25 voluntários do projeto Pequenas Tesouras, Grandes Tesouros, com objetivo de arrecadar alimentos e cabelos humanos que serão usados na fabricação de perucas em prol desses pacientes. Para ter acesso aos serviços gratuitos basta levar 2 kg de alimentos não perecíveis.

Abril Pro Corte/ Foto Marina Gargantini

De acordo com o coordenador e idealizador do evento, o visagista e cabeleireiro Walber Marinho a meta é receber em doações mais de 200 metros de cabelos e atender a um público superior a 200 pessoas com cortes gratuitos de cabelos, além de serviços de maquiagens, sobrancelhas e unhas. Durante o evento, haverá ainda apresentação de um Pastoril, formado pelas voluntárias do Hospital do Câncer de Pernambuco e distribuição de lanches. Não é necessário fazer inscrição. O atendimento será feito na hora e por ordem de chegada. A iniciativa conta com apoio do Hospital do Câncer de Pernambuco (HCP), Senac, Hair Fly, GuaraMix e do próprio Parque Dona Lindu.

Foto/ Divulgação


"Assim como fizemos na edição passada, vamos estimular as doações e chamar a atenção da população para essa iniciativa que ajuda a elevar a autoestima desses pacientes que já passam por um tratamento tão doloroso com a quimioterapia", explica Walber Marinho, que pretende manter essa ação no calendário anual de eventos do Dona Lindu e realizar outras ações semelhantes.


Walber Marinho / Foto Alberson Barbosa




Walber Marinho também ressalta que esse evento é uma oportunidade de multiplicação da solidariedade. "Eu estou levando para o Abril pro Corte cerca de 25 alunos do Projeto Pequenas Tesouras, Grandes Tesouros, que eu coordeno no Ibura. Os jovens que aprendem uma profissão, através desse trabalho social, tem agora a oportunidade de compartilhar, na prática, os seus conhecimentos e ajudar outras pessoas carentes. O corte de cabelo personalizado, por apenas 2kg de alimentos não perecíveis, além de elevar a autoestima de quem recebeu esse cuidado com a aparência, irá beneficiar outras pessoas que necessitam do alimento.", enfatiza.

O Hospital do Câncer de Pernambuco (HCP) mantém uma campanha permanente para receber cabelos, próteses mamárias, lenços, chapéus, fraldas e outros tipos de doações a exemplo das toquinhas que são utilizadas para a confecção das perucas. Segundo a presidente da rede feminina de combate ao Câncer em Pernambuco, Maria da Paz que também atua como voluntária no HCP o ideal é que as pessoas doem, no mínimo de 15 a 17 cm de cabelos. "Essa quantidade de cabelos é necessária para o processo de confecção das perucas, já que alguns centímetros são perdidos quando os fios são inseridos na tela. E quanto mais seguros eles estiverem, mais prolongado será o tempo de uso da peruca", garante. Ela também ressalta a importância das doações de alimentos como leite em pó, arroz, feijão, entre outros, para ajudar na campanha. "Este ano estamos enfatizando essas doações de alimentos e, não apenas de cabelos".

Maria da Paz e Fernanda Eduarda Silva/ Foto Divulgação
Maria da Paz adianta que todas às quartas-feiras acontecem no HCP oficinas de confecção de perucas realizadas pelas voluntárias do Hospital do Câncer, com apoio da professora Cylene Dahmen. Todo material recebido no Abril pro Corte será pesado e registrado no HCP. As doações de cabelos com química e mechas também serão aceitas. "No caso destas, as perucas depois de prontas ganharão um novo processo de pintura para que a tonalidade dos fios fique uniforme", explica.

Ainda de acordo com Maria da Paz são necessários uma média de 12 metros de cabelos para se formar uma peruca completa ou cerca de 400 a 450 gramas de fios capilares para garantir a perfeição e a boa qualidade do material. "Um dos fatos que tem nos surpreendido é a quantidade de homens que estão cortando e doando seus cabelos para as nossas campanhas", lembra. 

Para o mês de maio, quando se comemora o Dia das Mães, as voluntárias do Hospital do Câncer de Pernambuco já programam algumas ações para estimular as doações e ajudar no tratamento psicológico dos pacientes. Uma dessas ações será a exibição de vídeos com depoimentos de filhos dos pacientes que estão internados no HCP. A equipe pretende gravar esses depoimentos e presentear as mães com uma surpresa. Além disso, haverá outras ações em espaços públicos da cidade. Quem quiser participar das ações solidárias ou fazer doações a qualquer tempo pode entrar em contato com as voluntárias do HCP pelo telefone: 81. 3217.8236 ou através do facebook no endereço www.facebook.com/pages/Rede-Feminina-Estadual-de-Combate-ao-Câncer-de-Pernambuco.

SERVIÇO:
Abril pro Corte
Quando: 30 de abril
Local: Parque Dona Lindu, das 10h às 16h
Acesso: 2kg de alimentos não perecíveis
Informações: 81| 3217.8236

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Walter França comanda encontro para esclarecer dúvidas sobre a cirurgia bariátrica

Palestras gratuitas  acontecem nesta segunda-feira (dia 24/04), às 19h, no 7º andar, do anexo 3, no Hospital Esperança, na Ilha do Leite/Foto divulgação



Cada vez mais popular entre os tratamentos para combater a obesidade, a cirurgia bariátrica ainda é cercada de muitas dúvidas, principalmente por parte dos pacientes. Será que posso me submeter a esse procedimento? Vou poder comer como antes após a cirurgia? E a mulher que passa por uma cirurgia de estômago pode engravidar? Ela deve ter algum cuidado extra nesse período? Essas e outras questões poderão ser esclarecidas nesta segunda-feira (24/04), a partir das 19h, no Hospital Esperança (7º andar do anexo 3), durante encontro aberto ao público realizado pelo cirurgião bariátrico Walter França. Na ocasião, haverá palestra de nutricionista e psicóloga, bem como, depoimentos de pacientes já operados. Além de fazer uma explanação geral e esclarecer dúvidas sobre a bariátrica, o cirurgião Walter França irá repassar informações sobre o procedimento com uso da robótica, técnica minimamente invasiva capaz dar uma visão de 360 graus ao profissional, permitindo um campo 10 vezes maior da área a ser operada e uma recuperação mais rápida ao paciente. 

Entre os procedimentos mais usados na cirurgia bariátrica estão o Bypass intestinal e o Sleeve. No Sleeve ou Gastrectomia Vertical, o estômago do paciente é grampeado em forma de tubo que vai do esôfago ao duodeno. Assim se reduz o estômago em até 80% do seu tamanho. O novo órgão fica com 150 ml a 250 ml e com forma parecida a um tubo gástrico." Nessa redução se retira parte do fundo gástrico, região que produz o hormônio grelina, responsável pela sensação de fome. Após a cirurgia, o apetite diminui. Esse procedimento é indicado para paciente com obesidade 3 e mórbida principalmente o que possuem problemas intestinais ou quadro de anemia importante", enfatiza.

No Bypass intestinal de Forbi Capella há um desvio do intestino delgado fazendo com que o paciente absorva menos gordura do que antes. Todo o intestino continua funcionando normalmente e a absorção de vitaminas e minerais permanece a mesma. "A média de perda de peso do paciente que se submete ao Bypass, oscila entre 40%, mas pode variar entre 25% e 55%", relata a profissional.

De acordo com o cirurgião bariátrico Walter França os quilos a mais não interferem apenas na autoestima dos pacientes, mas colaboram para desencadear várias doenças como problemas cardiovasculares, câncer, depressão, hérnias, diabetes II, dermatites e dislipidemia(alteração do colesterol). Apnéia do sono, incontinência urinária, disfunções hormonais e erétil nos homens, doenças articulares e do refluxo, entre outros problemas, acometem que está bem acima do peso. Hoje já é possível operar um paciente com índice de massa corpórea (IMC) partir de 30, com doenças correlatas e, como qualquer outra cirurgia, a bariátrica tem riscos, mas as doenças relacionadas ao excesso de peso, matam muito mais. "O risco de óbito numa cirurgia bariátrica é de 0,3, já a obesidade mata 10 vezes mais", relata o profissional.


SERVIÇO:
Reunião Multidisciplinar da Obesidade
Quando: Nesta segunda-feira (24/04), às 19h 
Local: Hospital Esperança Ilha do Leite(7º andar do anexo 3) 
Informações: (81) 3424.9796/ 3423.2772/ 3131.7887

terça-feira, 28 de março de 2017

CAB comemora 111 ANOS com inauguração, culto e homenagens


Colégio Americano Batista /Foto Eduardo Montarroios

O Colégio Americano Batista comemora nesta sexta-feira, 31 de março, 111 anos de existência. Fruto do sonho, em 1906, do missionário americano Dr. William Henry Canadá, poucas instituições de ensino nesse país conseguem esse feito estando em pleno funcionamento. O êxito dessa trajetória de sucesso deve-se ao trabalho realizado em prol da educação de qualidade que junto às diretrizes da instituição, baseia-se na construção de valores morais e cristãos nos jovens além, de cidadania e responsabilidade social. Para comemorar essa data emblemática o CAB inaugura novo prédio de ensino integral, realiza culto e homenagens a professores com 25 anos de casa. 

A inauguração do novo prédio acontece nesta quinta-feira (30). O espaço, para cerca de 80 alunos do maternal ao fundamental 1, funcionará das 7h às 17h e conta com uma equipe multidisciplinar composta por professores, educadores físicos e psicólogos. As dependências assemelham-se a uma casa com cozinha, salas para fazer tarefas, aulas de ballet e judô, playground, entre outros espaços. No dia 31, um culto, a partir das 10h,na capela do Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil (STBNB), na rua Padre Inglês, 243 e uma homenagem a oito funcionários com 25 anos de casa, marcam o aniversário do colégio.

Pastor Joel Bezerra, Iracy Leite e Leomir Bastos / Foto Adriano Frós

Com 111 anos de história o CAB está em constante processo de modernização mas, sem perder sua estrutura colonial. O colégio tem sua metodologia de ensino focada em quatro pilares: a saúde intelectual, emocional, física e espiritual. Existe uma busca incansável da excelência do ensino com 80% de nossos professores pós-graduados. Uma equipe de psicólogos promovem o equilíbrio emocional dos alunos, professores, pais e funcionários da família CAB. A instituição conta também, com equipe de profissionais da área de educação física que tem o objetivo de transformar alunos em atletas saudáveis para competições estaduais e nacionais. A saúde espiritual é cuidada pela nossa capelania e professores do ensino religioso visando os valores morais e éticos, indispensáveis para a formação do caráter de nossos alunos. 

A instituição avança na tecnologia e na qualidade de excelência no ensino e implantou duas novas disciplinas em sua grade curricular, do Maternal ao Ensino Médio: a Escola da Inteligência, programa educacional elaborado pelo psiquiatra, escritor e professor Augusto Cury, e a educação financeira. 

Colégio Americano Batista/ Eduardo Montarroios

De acordo com o diretor geral do CAB, Pastor Joel Bezerra, Ilustres personalidades de destaque no nosso Estado como Ariano Suassuna, Gilberto Freire e Francisco José foram alunos do colégio. A instituição orgulha-se também, de ser considerada pela Prefeitura da Cidade do Recife, como área de preservação ambiental e o pulmão do centro do Recife com suas palmeiras e árvores centenárias. 

A coordenadora pedagógica do CAB, Iracy Leite, ressalta que o colégio, mesmo antes de ser aprovada a Lei da Inclusão, em 06 de julho de 2015, LEI Nº 13.146, e com vigência desde 01 de janeiro de 2016, já adotava essa prática e recebia, há anos, alunos especiais. A instituição disponibiliza dois professores em sala de aula: o titular e um auxiliar para estimular os alunos com alguma dificuldade no aprendizado, sem nenhum custo adicional, como previsto na lei. Hoje o colégio possui cerca de 50 alunos com múltiplas deficiências e que contam com toda infraestrutura psicológica, educacional e física, com rampas de acessibilidade em todas as suas dependências. 


SERVIÇO: 

Colégio Americano Batista 

Rua Dom Bosco,1308, Boa Vista, Recife-PE 

Informações: 81. 2122.5599 

sexta-feira, 24 de março de 2017

Encontro esclarece dúvidas sobre a cirurgia bariátrica


Dr. Walter França/ Foto Adriana Ximenes

Cada vez mais popular entre os tratamentos para combater a obesidade, a cirurgia bariátrica ainda é cercada de muitas dúvidas, principalmente por parte dos pacientes. Será que posso me submeter a esse procedimento? Vou poder comer como antes após a cirurgia? E a mulher que passa por uma cirurgia de estômago pode engravidar? Ela deve ter algum cuidado extra nesse período? Essas e outras questões poderão ser esclarecidas nesta segunda-feira (27), a partir das 19h, no Hospital Esperança (7º andar do anexo 3), durante encontro aberto ao público realizado pelo cirurgião bariátrico Walter França. Na ocasião, haverá palestra de nutricionista e psicóloga, bem como, depoimentos de pacientes já operados. Além de fazer uma explanação geral e esclarecer dúvidas sobre a bariátrica, o cirurgião Walter França irá repassar informações sobre o procedimento com uso da robótica, técnica minimamente invasiva capaz dar uma visão de 360 graus ao profissional, permitindo um campo 10 vezes maior da área a ser operada e uma recuperação mais rápida ao paciente. 

Entre os procedimentos mais usados na cirurgia bariátrica estão o Bypass intestinal e o Sleeve. No Sleeve ou Gastrectomia Vertical, o estômago do paciente é grampeado em forma de tubo que vai do esôfago ao duodeno. Assim se reduz o estômago em até 80% do seu tamanho. O novo órgão fica com 150 ml a 250 ml e com forma parecida a um tubo gástrico." Nessa redução se retira parte do fundo gástrico, região que produz o hormônio grelina, responsável pela sensação de fome. Após a cirurgia, o apetite diminui. Esse procedimento é indicado para paciente com obesidade 3 e mórbida principalmente o que possuem problemas intestinais ou quadro de anemia importante", enfatiza.

Dr.Walter França/ Foto Adriana Ximenes

No Bypass intestinal de Forbi Capella há um desvio do intestino delgado fazendo com que o paciente absorva menos gordura do que antes. Todo o intestino continua funcionando normalmente e a absorção de vitaminas e minerais permanece a mesma. "A média de perda de peso do paciente que se submete ao Bypass, oscila entre 40%, mas pode variar entre 25% e 55%", relata a profissional.

De acordo com o cirurgião bariátrico Walter França os quilos a mais não interferem apenas na autoestima dos pacientes mas, colaboram para desencadear várias doenças como problemas cardiovasculares, câncer, depressão, hérnias, diabetes II, dermatites e dislipidemia(alteração do colesterol). Apnéia do sono, incontinência urinária, disfunções hormonais e erétil nos homens, doenças articulares e do refluxo, entre outros problemas, acometem que está bem acima do peso. Hoje já é possível operar um paciente com índice de massa corpórea (IMC) partir de 30, com doenças correlatas e, como qualquer outra cirurgia, a bariátrica tem riscos, mas as doenças relacionadas ao excesso de peso, matam muito mais. "O risco de óbito numa cirurgia bariátrica é de 0,3, já a obesidade mata 10 vezes mais", relata o profissional.


SERVIÇO:

Reunião Multidisciplinar da Obesidade

Quando: Nesta segunda-feira, às 19h 

Local: Hospital Esperança Ilha do Leite(7º andar do anexo 3) 

Informações: (81) 3424.9796/ 3423.2772/ 3131.7887

sábado, 18 de março de 2017

Pointer lança 'Morada Brasileira: Cotidiano' em Recife




Indústria nordestina, que pertence ao Portobello Grupo, apresenta a nova coleção deste ano/Fotos divulgação



Um design democrático para toda casa e para todas as casas. É a Pointer mais uma vez defendendo seu propósito para os lares brasileiros com os lançamentos 2017. A marca do Portobello Grupo faz da 'Morada Brasileira: Cotidiano' o tema desta coleção, que mantém a linha de inspiração nas origens das casas brasileiras, porém com um olhar contemporâneo, de quem reescreve a história de um cotidiano ágil usando texturas e superfícies atuais.


'Morada Brasileira: Cotidiano' traz novamente a dobradinha Marcelo Rosenbaum e Paulo Biacchi, de O Fetiche, que incrementam a linha Raízes. Ao todo são quatro novas opções de ladrilhos. A linha foi lançada em 2016 e teve os produtos Azul Céu, Mar e Terra como vencedores na categoria Construção na 30ª edição do prêmio Design do Museu da Casa Brasileira.

Mas a coleção 'Morada Brasileira: Cotidiano' apresenta muitas outras novidades. Destaque para as novas linhas Piasentina, inspirada na tradicional pedra das calçadas de Roma, e Concreta, que traz a grande tendência da arquitetura contemporânea, o cimento brilhante dos produtos Urbana, que aparecem em três diferentes tonalidades.

A linha Decora, que faz os detalhes serem capazes de transformar e dar vida aos ambientes, ganha novidades: os modelos Diamante Puro e Diamante Multicolor com relevos que trazem a modernidade dos efeitos 3D para dentro de casa. As madeiras não poderiam ficar de fora. Por isso a linha Lenho ganha novos produtos, como Nativa Pátina e Nativa Aroeira.

Assim, a arquitetura moderna brasileira com sua azulejaria e linhas geométricas é destacada pela Pointer em sua coleção Morada Brasileira: Cotidiano, com pinceladas do design nórdico com suas linhas retas, além da filosofia e minimalismo japoneses, resultando em simplicidade, beleza, agilidade, personalidade e identidade.Mais informações sobre a coleção 'Morada Brasileira: Cotidiano – com um olhar contemporâneo', reescrevemos nossa história, no site www.pointer.com.br.

SOBRE O PORTOBELLO GRUPO - A Portobello, marca líder em revestimentos cerâmicos no Brasil, e a Pointer, nova marca do segmento com unidade fabril em Maceió (AL), voltada ao mercado do Nordeste, fazem parte do Portobello Grupo. As duas marcas juntas empregam mais de 3.000 colaboradores e produzem 50 milhões de metros quadrados ao ano e, mesmo tendo posicionamentos e públicos diferentes, compartilham valores como inovação, sustentabilidade e design. Com proposta de design democrático, a fábrica Pointer é a mais moderna e sustentável do país, projetada para produzir revestimentos diferenciados de forma competitiva. A Portobello Shop, maior rede de lojas do segmento no Brasil, com mais de 140 lojas, próprias e franqueadas, e posicionamento voltado aos profissionais de arquitetura e decoração, é o principal canal de vendas da marca Portobello, que distribui também através das revendas multimarcas, vendas diretas às grandes obras e construtoras e exportação para os cinco continentes. O Portobello Grupo traz a confiabilidade e o know how da marca Portobello para a expansão dos negócios iniciada em 2015.

Casa de Bule com Buffet especial para a Semana Santa

Foto/ Fábio Castor


Fazer pratos à base de peixe é uma das principais tradições na Semana Santa, quando os cristãos relembram a crucificação e morte de Jesus Cristo. A Casa de Bule, em Boa Viagem, movimenta especialmente na Sexta-feira da Paixão, cardápio em estilo buffet, no qual o cliente poderá escolher no quilo diversas opções de pratos à base de peixe e frutos do mar, a exemplo do filé de peixe ao molho de camarão, peixe ao coco, salmão ao molho, camarão na moranga ou ao alho poró ou ainda as opções do Bacalhau da Mami (bacalhau gratinado) ou o Bacalhau Casa de Bule (lascas de bacalhau no azeite com batatas). Entre as opções para montar o prato no buffet, os clientes terão ainda feijão e arroz de coco. O quilo do buffet será vendido por R$ 49,90.

Foto/ Cris Melo

Quem for a Casa de Bule no Sábado ou no Domingo de Ramos poderá escolher uma das 10 opções de peixes e frutos do mar do cardápio já existente, assinados pelo chef Davi Barros. Entre os pratos mais pedidos estão o Filé de Peixe à Tradição (Filé de peixe grelhado no azeite encorpado ao molho de camarão – R$ 22,90) e a Tilápia Chapeada (Tilápia grelhada na manteiga com ervas sob cama de legumes – R$ 19,90), ambos acompanham arroz branco, purê e salada do chef. 

Cestinha de parmesão com frutos do mar/ Foto Fábio Castor


Tem ainda o Filé de Peixe Mediterrâneo (Filé de Peixe grelhado com molho de alcaparras e azeitonas pretas –R$ 22,90), que vem com batata cozida, arroz com brócolis e legumes. E o Filé de Peixe ao Porto Mix (Filé de peixe grelhado no azeite de dendê e manteiga de garrafa – R$ 23,90), que acompanha arroz branco, ratatouille e pirão especial. Outras opções são o Salmão Grelhado (Filé de Salmão grelhado no azeite e encorpado ao molho de maracujá – R$ 23,90), e o Salmão ao Molho de Maracujá e Kiwi (Filé de salmão grelhado no azeite e encorpado ao molho de maracujá e kiwi – R$23,90), ambos acompanham arroz de castanha, batata soutê e salada do chef. 

Foto/ Cris Melo

Já para os que preferem frutos do mar, a dica é conhecer o Camarão à Nova Delhi (Camarão puxado no azeite e encorpado ao molho de gengibre com abacaxi – R$23,90), que vem com arroz com passas e batatas cozidas. Ou ainda o Camarão à Moda Provença (Camarão puxado no azeite com ervas da Provença e encorpado ao molho branco (R$ 22,90), que tem como acompanhamentos arroz com brócolis e castanha e batatas coradas. E o Camarão ao Pomodoro (Camarão salteado no azeite e encorpado ao molho pomodoro – R$22,90), vem com mix de arroz e batata gratinada.



SERVIÇO:

CASA DE BULE (Restaurante e Cafeteria)

Rua Coronel Benedito Chaves, 182, Boa Viagem 

Horário de funcionamento: 10h30 às 22h

Informações: (81) 3132.1683

segunda-feira, 6 de março de 2017

Cirurgião bariátrico Walter França comenta pesquisa da ONU sobre obesidade

Relatório aponta crescimento da proporção da população atingida pelos problemas, que também afetam mais outros países da América Latina e Caribe/Foto divulgação






Relatório elaborado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização Pan-americana de Saúde (Opas) e divulgado recentemente alerta para o aumento da obesidade e o sobrepeso no Brasil, América Latina e Caribe, com um impacto maior nas mulheres e uma tendência de crescimento entre as crianças. De acordo com o cirurgião bariátrico pernambucano Walter França, com mais de 3 mil cirurgias da obesidade no currículo, esses dados são preocupantes e só crescem com o passar dos anos. O sedentarismo potencializado pela revolução tecnológica, a ocidentalização no modo de se alimentar com forte adesão pelos fast foods e a própria violência que leva os pais a proibirem as brincadeiras de rua, dá suporte para um maior interesse pelos jogos de computador, fazendo surgir uma jovem geração de crianças com sobrepeso e, em casos mais graves, obesas.

Segundo o levantamento, intitulado "Panorama da Segurança Alimentar e Nutricional na América Latina e Caribe", mais da metade da população brasileira está com sobrepeso e a obesidade já atinge a 20% das pessoas adultas no país, enquanto 58% da população latino-americana e caribenha estão com sobrepeso, num total de 360 milhões de pessoas, e a obesidade afeta 140 milhões, ou 23% da população regional.

No documento, elaborado com base em dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o sobrepeso em adultos no Brasil passou de 51,1% em 2010, para 54,1% em 2014. A tendência de aumento também foi registrada na avaliação nacional da obesidade. Em 2010, 17,8% da população era obesa; em 2014, o índice chegou aos 20%, sendo a maior prevalência entre as mulheres, 22,7%. Outro dado do relatório é o aumento do sobrepeso infantil. Estima-se que 7,3% das crianças menores de cinco anos estão acima do peso, sendo as meninas as mais afetadas, com 7,7%.

- O Panorama acende um alerta para toda a sociedade e também para o governo. Ao mesmo tempo em que o Brasil conseguiu superar a fome, alcançando níveis inferiores a 5% desde 2014, quando o país saiu do mapa da fome da ONU, vem aumentando nos últimos anos os índices de sobrepeso e obesidade. Essa situação gera impactos importantes na saúde e deve ser um tema prioritário nas agendas das famílias e das autoridades - afirmou o representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, informou que a prevenção é marca da atual gestão da pasta: - O Brasil vem enfrentando aumento expressivo do sobrepeso e da obesidade em todas as faixas etárias, e as doenças crônicas são a principal causa de morte entre adultos. O setor da saúde tem importante papel na promoção da alimentação adequada e saudável. Desta forma, o ministério tem reforçado os programas e as iniciativas que buscam mudar o hábito da população e incentivar práticas mais saudáveis.

O crescimento econômico, a urbanização e a mudança nos padrões de consumo são alguns aspectos que explicam o crescente aumento do sobrepeso. O relatório aponta que muitas famílias têm deixado de consumir pratos tradicionais e aumentado a ingestão de alimentos ultra-processados e de baixa qualidade nutricional.

Combater essa realidade implica em adotar sistemas alimentares saudáveis e sustentáveis que unam agricultura, alimentação, nutrição e saúde. É necessário fomentar a produção sustentável de alimentos frescos, seguros e nutritivos, garantir a oferta, a diversidade e o acesso, principalmente da população mais vulnerável. Isso deve ser complementado com educação nutricional e advertências para os consumidores sobre a composição nutricional dos alimentos ricos em açúcar, gordura e sal.

O relatório, no entanto, também destaca iniciativas adotadas pelo governo brasileiro para promover a alimentação saudável e alertar a população para os riscos da má alimentação. Uma delas é a criação de legislações que regulam a comercialização e a publicidade de alimentos para lactantes e crianças, além de outros alimentos voltados à primeira infância. Também foi citada a campanha "Brasil Saudável e Sustentável", que tem por objetivo sensibilizar e alertar a população brasileira dos benefícios da alimentação saudável.

Outro avanço é o Plano Nacional de Redução de Sódio em Alimentos Processados, que já retirou 14.893 toneladas de sódio dos produtos alimentícios. O Brasil também contribuiu ativamente para a aprovação da Década de Ação pela Nutrição (2016–2025) – estabelecida na última Assembleia Mundial da Saúde, em maio de 2016 – para promover o fortalecimento das ações na área de nutrição, com foco na Agenda 2030 das Nações Unidas.

Realidade Regional- Ainda de acordo com o relatório, com exceção de Haiti (38,5%), Paraguai (48,5%) e Nicarágua (49,4%), o sobrepeso afeta mais da metade da população de todos os países da América Latina e Caribe, sendo Chile (63%), México (64%) e Bahamas (69%) os que registram as taxas mais altas. Já com relação à obesidade, as maiores prevalências são observadas em países do Caribe: Bahamas (36,2%) Barbados (31,3%), Trinidad e Tobago (31,1%) e Antígua e Barbuda (30,9%). A obesidade também impacta mais as mulheres: em mais de 20 países de toda região, a taxa de obesidade feminina é 10% maior que a dos homens.

- As taxas alarmantes de sobrepeso e obesidade na América Latina e Caribe devem chamar a atenção dos governos da região para criar políticas que abordem todas as formas de fome e má nutrição, vinculando segurança alimentar, sustentabilidade, agricultura, nutrição e saúde - diz Eve Crowley, representante regional da FAO. Carissa F. Etienne, diretora da Opas, por sua vez, explicou que a região enfrenta "uma dupla carga da má nutrição que deve ser combatida com uma alimentação balanceada que inclua alimentos frescos, saudáveis, nutritivos e produzidos de forma sustentável, além de abordar os principais fatores sociais que determinam a má nutrição", dando como exemplos a falta de acesso a alimentos saudáveis, à água e saneamento, serviços de educação e saúde e programas de proteção social, entre outros.

Desnutrição infantil cai, mas ainda afeta os mais pobres

De acordo com o Panorama, a região conseguiu reduzir consideravelmente a fome e hoje apenas 5,5% da população está subalimentada, sendo o Caribe a sub-região com maior prevalência (19,8%), devido ao fato de o Haiti ter a prevalência de subalimentação mais alta do planeta: 53,4%. A desnutrição crônica infantil (altura e peso baixos para a idade) na América Latina e Caribe também registrou uma evolução positiva: caiu de 24,5% em 1990 para 11,3% em 2015, uma redução de 7,8 milhões de crianças.

Apesar desse importante avanço, atualmente 6,1 milhões de crianças ainda sofrem de desnutrição crônica na região: 3,3 milhões na América do Sul, 2,6 milhões na América Central e 200 mil no Caribe. Destas, 700 mil crianças sofrem com desnutrição aguda, sendo 1,3% menores de cinco anos. Praticamente todos os países conseguiram melhorar a nutrição das crianças, mas cabe destacar que a desnutrição afeta mais a população mais pobre e de áreas rurais. - São nesses locais que os governos devem concentrar os esforços - salienta Eve Crowley. As prevalências mais altas de desnutrição crônica infantil na região são registradas na Guatemala (2014-2015), e Equador (2012-2013), já o Chile e Santa Lúcía têm as menores taxas. A desnutrição crônica apresenta níveis superiores em áreas rurais de todos os países analisados.

Aumenta o sobrepeso infantil

No outro lado da questão, o relatório aponta também que na América Latina e Caribe 7,2% das crianças menores de cinco anos estão com sobrepeso, o que representa um total de 3,9 milhões, sendo que 2,5 milhões moram na América do Sul, 1,1 milhão na América Central e 200 mil no Caribe. As taxas mais elevadas de sobrepeso infantil entre 1990 e 2015 foram registradas – em números totais – na América Central (onde a taxa cresceu de 5,1% para 7%). O maior aumento na prevalência foi registrado no Caribe (cuja taxa aumentou de 4,3% a 6,8%). Já na América Sul – a sub-região mais afetada pelo sobrepeso infantil – houve uma leve diminuição de 7,5% para 7,4%.

Melhorar a sustentabilidade da agricultura

Outra preocupação levantada no relatório é melhorar a sustentabilidade da agricultura na região. Segundo o levantamento, a trajetória atual de crescimento da produção agrícola é insustentável devido, entre outros fatores, às graves consequências impostas aos ecossistemas e recursos naturais da região.

- A sustentabilidade da oferta alimentar e sua diversidade futura estão sob ameaça, a menos que mudemos a forma como estamos fazendo as coisas - alerta Eve Crowley, destacando que 127 milhões de toneladas de alimentos se perdem ou são desperdiçados anualmente na América Latina e Caribe. Segundo a FAO e a OPAS, é necessário tornar mais eficiente e sustentável o uso da terra e dos recursos naturais, melhorar as técnicas de produção, armazenamento e transformação e processamento dos alimentos, e reduzir as perdas e os desperdícios de alimentos para assegurar o acesso equitativo dos mesmos.

SERVIÇO
Clinica Dr. Walter França
Telefones : (81) 3131 7887 / 3423 9272 / 3424.9796

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Casa de Bule monta cardápio especial para o Carnaval



Foto/ Fábio Castor

Já é Carnaval nos quatro cantos de Pernambuco e, para encarar o ritmo frenético do frevo e das prévias no Estado, o folião precisa estar bem alimentado e hidratado. Pensando nisso, o chef da Casa de Bule, Davi Barros, juntamente com a empresária Michelle Melo prepararam um cardápio especial de drinques e sanduíches para repor as energias dos foliões. A Casa de Bule irá funcionar no Carnaval e deve ser um point bastante disputado pelo folião que não quer perder um minuto da festa e para quem quer tirar férias da cozinha nos quatro dias de Folia de Momo.




De acordo com a empresária Michelle Melo os sanduíches foram eleitos pela Casa de Bule como a combinação perfeita para os drinques criados para o Carnaval. "Eles são leves, protéicos e por serem uma fonte de carboidrato, vão dá energia aos foliões para não perderem a festa. Além disso, é uma refeição prática que pode ser consumida rapidamente e também ser levada facilmente para a folia", ressalta. As opções são inúmeras e os preços variam de R$ 12,90 a R$ 18,90.
Foto/ Cris Melo


No menu podemos destacar o sanduiche de rosbife com queijo mussarela, pasta de queijo com ervas, alface e tomate, o de salmão defumado, com cream cheese e mix de folhas, o de queijo coalho com manjericão, tomate seco e mix de folhas, o de queijo mussarela com presunto light, tomates secos, manjericão e pasta especial além dos exclusivos Nordestino com carne de charque, cebola caramelizada e queijo coalho, o sanduíche Casa de Bule que leva peito de peru e pasta de queijo e o e Premium elaborado com peito de peru, creme de queijo gorgonzola, alface e tomate. Os clientes tem ainda a opção de escolherem o pão do sanduíche entre o croissant, integral, ciabata e baguete.

Foto/ Cris Melo

Os drinks criados pela Casa de Bule para o Carnaval podem ser servidos com ou sem álcool. Os smothies, bebida leve preparada com uma fruta, gelo e água serão servidas nos sabores Kiwi, pêssego ,coco e morango. Quem optar pela versão alcóolica tem como opções o gin, a vodka e a cachaça. A limonada caseira tradicional com suco de limão e um sabor Monin da fruta além da limonada de pêssego e morango integram o cardápio. Entre os drinks criados para o Carnaval estão o Boa Viagem Summer que leva rum, água com gás e Monin de Toranja, o Spritzer que leva Monin de Frutas do Bosque, vinho branco e água com gás e o Coco Bule que leva Monin Le Fruit de Coco, vodka, suco de abacaxi e gelo. Para quem vai brincar ou quer relaxar, opções não vão faltar na Casa de Bule!

Foto/ Fábio Castor



SERVIÇO:

Casa de Bule ( Restaurante e Cafeteria)

Rua Coronel Benedito Chaves, 182, Boa Viagem

Horário de funcionamento: 10h30 às 22h ( do Sábado de Zé Pereira(25) à terça de Carnaval(28 de fevereiro). Na quarta -feira de Cinzas abre das 11h30 às 22h.

Informações: (81) 3132. 1683

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Folia do Moraes no Parnamirim


Ferro Velho Botequim/ Foto Léo Motta


O bloco carnavalesco Folia do Moraes em parceria com o Bar e Restaurante Ferro Velho Botequim, movimenta o Parnamirim, pela primeira vez, neste sábado (04), com concentração, na rua Padre Roma, 430. A animação fica por conta das bandas As Meninas e Maestro Guga e Orquestra, além de DJ para agitar as picapes do paredão da Ambev, nos intervalos. A festa começa às 15h e promete se estender até às 23h. A camisa do bloco custa R$ 30,00. As mesas variam de R$ 50 a R$ 250, com direito a algumas bebidas específicas, caso o ingresso seja comprado até a sexta-feira (03 de fevereiro). Informações: (81)3204-0598.



PROGRAMAÇÃO:

15h – Paredão da Ambev com DJ nas picapes

17h30 as 19h30 – banda As meninas

19h30 as 20h – DJ

20h as 23h – Maestro Guga e Orquestra


SERVIÇO:

1ª FOLIA DO MORAES

Quando: neste sábado (04), das 15h às 23h

Preço da camisa: R$ 30

Mesas compradas até o dia 03 de fevereiro.

- 1 Mesa + 1 camisa: R$ 50 (4 pessoas)

- 1 Mesa + 1L de Absolut + 1 camisa: R$ 150 (4 pessoas)

- 1 Mesa + 1L de Chivas + 1 camisa: R$ 200 (4 pessoas)

- 2 Mesas + grade de Heineken 600 ml + 1 camisa: R$250 (8 pessoas)