sexta-feira, 24 de março de 2017

Encontro esclarece dúvidas sobre a cirurgia bariátrica


Dr. Walter França/ Foto Adriana Ximenes

Cada vez mais popular entre os tratamentos para combater a obesidade, a cirurgia bariátrica ainda é cercada de muitas dúvidas, principalmente por parte dos pacientes. Será que posso me submeter a esse procedimento? Vou poder comer como antes após a cirurgia? E a mulher que passa por uma cirurgia de estômago pode engravidar? Ela deve ter algum cuidado extra nesse período? Essas e outras questões poderão ser esclarecidas nesta segunda-feira (27), a partir das 19h, no Hospital Esperança (7º andar do anexo 3), durante encontro aberto ao público realizado pelo cirurgião bariátrico Walter França. Na ocasião, haverá palestra de nutricionista e psicóloga, bem como, depoimentos de pacientes já operados. Além de fazer uma explanação geral e esclarecer dúvidas sobre a bariátrica, o cirurgião Walter França irá repassar informações sobre o procedimento com uso da robótica, técnica minimamente invasiva capaz dar uma visão de 360 graus ao profissional, permitindo um campo 10 vezes maior da área a ser operada e uma recuperação mais rápida ao paciente. 

Entre os procedimentos mais usados na cirurgia bariátrica estão o Bypass intestinal e o Sleeve. No Sleeve ou Gastrectomia Vertical, o estômago do paciente é grampeado em forma de tubo que vai do esôfago ao duodeno. Assim se reduz o estômago em até 80% do seu tamanho. O novo órgão fica com 150 ml a 250 ml e com forma parecida a um tubo gástrico." Nessa redução se retira parte do fundo gástrico, região que produz o hormônio grelina, responsável pela sensação de fome. Após a cirurgia, o apetite diminui. Esse procedimento é indicado para paciente com obesidade 3 e mórbida principalmente o que possuem problemas intestinais ou quadro de anemia importante", enfatiza.

Dr.Walter França/ Foto Adriana Ximenes

No Bypass intestinal de Forbi Capella há um desvio do intestino delgado fazendo com que o paciente absorva menos gordura do que antes. Todo o intestino continua funcionando normalmente e a absorção de vitaminas e minerais permanece a mesma. "A média de perda de peso do paciente que se submete ao Bypass, oscila entre 40%, mas pode variar entre 25% e 55%", relata a profissional.

De acordo com o cirurgião bariátrico Walter França os quilos a mais não interferem apenas na autoestima dos pacientes mas, colaboram para desencadear várias doenças como problemas cardiovasculares, câncer, depressão, hérnias, diabetes II, dermatites e dislipidemia(alteração do colesterol). Apnéia do sono, incontinência urinária, disfunções hormonais e erétil nos homens, doenças articulares e do refluxo, entre outros problemas, acometem que está bem acima do peso. Hoje já é possível operar um paciente com índice de massa corpórea (IMC) partir de 30, com doenças correlatas e, como qualquer outra cirurgia, a bariátrica tem riscos, mas as doenças relacionadas ao excesso de peso, matam muito mais. "O risco de óbito numa cirurgia bariátrica é de 0,3, já a obesidade mata 10 vezes mais", relata o profissional.


SERVIÇO:

Reunião Multidisciplinar da Obesidade

Quando: Nesta segunda-feira, às 19h 

Local: Hospital Esperança Ilha do Leite(7º andar do anexo 3) 

Informações: (81) 3424.9796/ 3423.2772/ 3131.7887

sábado, 18 de março de 2017

Pointer lança 'Morada Brasileira: Cotidiano' em Recife




Indústria nordestina, que pertence ao Portobello Grupo, apresenta a nova coleção deste ano/Fotos divulgação



Um design democrático para toda casa e para todas as casas. É a Pointer mais uma vez defendendo seu propósito para os lares brasileiros com os lançamentos 2017. A marca do Portobello Grupo faz da 'Morada Brasileira: Cotidiano' o tema desta coleção, que mantém a linha de inspiração nas origens das casas brasileiras, porém com um olhar contemporâneo, de quem reescreve a história de um cotidiano ágil usando texturas e superfícies atuais.


'Morada Brasileira: Cotidiano' traz novamente a dobradinha Marcelo Rosenbaum e Paulo Biacchi, de O Fetiche, que incrementam a linha Raízes. Ao todo são quatro novas opções de ladrilhos. A linha foi lançada em 2016 e teve os produtos Azul Céu, Mar e Terra como vencedores na categoria Construção na 30ª edição do prêmio Design do Museu da Casa Brasileira.

Mas a coleção 'Morada Brasileira: Cotidiano' apresenta muitas outras novidades. Destaque para as novas linhas Piasentina, inspirada na tradicional pedra das calçadas de Roma, e Concreta, que traz a grande tendência da arquitetura contemporânea, o cimento brilhante dos produtos Urbana, que aparecem em três diferentes tonalidades.

A linha Decora, que faz os detalhes serem capazes de transformar e dar vida aos ambientes, ganha novidades: os modelos Diamante Puro e Diamante Multicolor com relevos que trazem a modernidade dos efeitos 3D para dentro de casa. As madeiras não poderiam ficar de fora. Por isso a linha Lenho ganha novos produtos, como Nativa Pátina e Nativa Aroeira.

Assim, a arquitetura moderna brasileira com sua azulejaria e linhas geométricas é destacada pela Pointer em sua coleção Morada Brasileira: Cotidiano, com pinceladas do design nórdico com suas linhas retas, além da filosofia e minimalismo japoneses, resultando em simplicidade, beleza, agilidade, personalidade e identidade.Mais informações sobre a coleção 'Morada Brasileira: Cotidiano – com um olhar contemporâneo', reescrevemos nossa história, no site www.pointer.com.br.

SOBRE O PORTOBELLO GRUPO - A Portobello, marca líder em revestimentos cerâmicos no Brasil, e a Pointer, nova marca do segmento com unidade fabril em Maceió (AL), voltada ao mercado do Nordeste, fazem parte do Portobello Grupo. As duas marcas juntas empregam mais de 3.000 colaboradores e produzem 50 milhões de metros quadrados ao ano e, mesmo tendo posicionamentos e públicos diferentes, compartilham valores como inovação, sustentabilidade e design. Com proposta de design democrático, a fábrica Pointer é a mais moderna e sustentável do país, projetada para produzir revestimentos diferenciados de forma competitiva. A Portobello Shop, maior rede de lojas do segmento no Brasil, com mais de 140 lojas, próprias e franqueadas, e posicionamento voltado aos profissionais de arquitetura e decoração, é o principal canal de vendas da marca Portobello, que distribui também através das revendas multimarcas, vendas diretas às grandes obras e construtoras e exportação para os cinco continentes. O Portobello Grupo traz a confiabilidade e o know how da marca Portobello para a expansão dos negócios iniciada em 2015.

Casa de Bule com Buffet especial para a Semana Santa

Foto/ Fábio Castor


Fazer pratos à base de peixe é uma das principais tradições na Semana Santa, quando os cristãos relembram a crucificação e morte de Jesus Cristo. A Casa de Bule, em Boa Viagem, movimenta especialmente na Sexta-feira da Paixão, cardápio em estilo buffet, no qual o cliente poderá escolher no quilo diversas opções de pratos à base de peixe e frutos do mar, a exemplo do filé de peixe ao molho de camarão, peixe ao coco, salmão ao molho, camarão na moranga ou ao alho poró ou ainda as opções do Bacalhau da Mami (bacalhau gratinado) ou o Bacalhau Casa de Bule (lascas de bacalhau no azeite com batatas). Entre as opções para montar o prato no buffet, os clientes terão ainda feijão e arroz de coco. O quilo do buffet será vendido por R$ 49,90.

Foto/ Cris Melo

Quem for a Casa de Bule no Sábado ou no Domingo de Ramos poderá escolher uma das 10 opções de peixes e frutos do mar do cardápio já existente, assinados pelo chef Davi Barros. Entre os pratos mais pedidos estão o Filé de Peixe à Tradição (Filé de peixe grelhado no azeite encorpado ao molho de camarão – R$ 22,90) e a Tilápia Chapeada (Tilápia grelhada na manteiga com ervas sob cama de legumes – R$ 19,90), ambos acompanham arroz branco, purê e salada do chef. 

Cestinha de parmesão com frutos do mar/ Foto Fábio Castor


Tem ainda o Filé de Peixe Mediterrâneo (Filé de Peixe grelhado com molho de alcaparras e azeitonas pretas –R$ 22,90), que vem com batata cozida, arroz com brócolis e legumes. E o Filé de Peixe ao Porto Mix (Filé de peixe grelhado no azeite de dendê e manteiga de garrafa – R$ 23,90), que acompanha arroz branco, ratatouille e pirão especial. Outras opções são o Salmão Grelhado (Filé de Salmão grelhado no azeite e encorpado ao molho de maracujá – R$ 23,90), e o Salmão ao Molho de Maracujá e Kiwi (Filé de salmão grelhado no azeite e encorpado ao molho de maracujá e kiwi – R$23,90), ambos acompanham arroz de castanha, batata soutê e salada do chef. 

Foto/ Cris Melo

Já para os que preferem frutos do mar, a dica é conhecer o Camarão à Nova Delhi (Camarão puxado no azeite e encorpado ao molho de gengibre com abacaxi – R$23,90), que vem com arroz com passas e batatas cozidas. Ou ainda o Camarão à Moda Provença (Camarão puxado no azeite com ervas da Provença e encorpado ao molho branco (R$ 22,90), que tem como acompanhamentos arroz com brócolis e castanha e batatas coradas. E o Camarão ao Pomodoro (Camarão salteado no azeite e encorpado ao molho pomodoro – R$22,90), vem com mix de arroz e batata gratinada.



SERVIÇO:

CASA DE BULE (Restaurante e Cafeteria)

Rua Coronel Benedito Chaves, 182, Boa Viagem 

Horário de funcionamento: 10h30 às 22h

Informações: (81) 3132.1683

segunda-feira, 6 de março de 2017

Cirurgião bariátrico Walter França comenta pesquisa da ONU sobre obesidade

Relatório aponta crescimento da proporção da população atingida pelos problemas, que também afetam mais outros países da América Latina e Caribe/Foto divulgação






Relatório elaborado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização Pan-americana de Saúde (Opas) e divulgado recentemente alerta para o aumento da obesidade e o sobrepeso no Brasil, América Latina e Caribe, com um impacto maior nas mulheres e uma tendência de crescimento entre as crianças. De acordo com o cirurgião bariátrico pernambucano Walter França, com mais de 3 mil cirurgias da obesidade no currículo, esses dados são preocupantes e só crescem com o passar dos anos. O sedentarismo potencializado pela revolução tecnológica, a ocidentalização no modo de se alimentar com forte adesão pelos fast foods e a própria violência que leva os pais a proibirem as brincadeiras de rua, dá suporte para um maior interesse pelos jogos de computador, fazendo surgir uma jovem geração de crianças com sobrepeso e, em casos mais graves, obesas.

Segundo o levantamento, intitulado "Panorama da Segurança Alimentar e Nutricional na América Latina e Caribe", mais da metade da população brasileira está com sobrepeso e a obesidade já atinge a 20% das pessoas adultas no país, enquanto 58% da população latino-americana e caribenha estão com sobrepeso, num total de 360 milhões de pessoas, e a obesidade afeta 140 milhões, ou 23% da população regional.

No documento, elaborado com base em dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o sobrepeso em adultos no Brasil passou de 51,1% em 2010, para 54,1% em 2014. A tendência de aumento também foi registrada na avaliação nacional da obesidade. Em 2010, 17,8% da população era obesa; em 2014, o índice chegou aos 20%, sendo a maior prevalência entre as mulheres, 22,7%. Outro dado do relatório é o aumento do sobrepeso infantil. Estima-se que 7,3% das crianças menores de cinco anos estão acima do peso, sendo as meninas as mais afetadas, com 7,7%.

- O Panorama acende um alerta para toda a sociedade e também para o governo. Ao mesmo tempo em que o Brasil conseguiu superar a fome, alcançando níveis inferiores a 5% desde 2014, quando o país saiu do mapa da fome da ONU, vem aumentando nos últimos anos os índices de sobrepeso e obesidade. Essa situação gera impactos importantes na saúde e deve ser um tema prioritário nas agendas das famílias e das autoridades - afirmou o representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, informou que a prevenção é marca da atual gestão da pasta: - O Brasil vem enfrentando aumento expressivo do sobrepeso e da obesidade em todas as faixas etárias, e as doenças crônicas são a principal causa de morte entre adultos. O setor da saúde tem importante papel na promoção da alimentação adequada e saudável. Desta forma, o ministério tem reforçado os programas e as iniciativas que buscam mudar o hábito da população e incentivar práticas mais saudáveis.

O crescimento econômico, a urbanização e a mudança nos padrões de consumo são alguns aspectos que explicam o crescente aumento do sobrepeso. O relatório aponta que muitas famílias têm deixado de consumir pratos tradicionais e aumentado a ingestão de alimentos ultra-processados e de baixa qualidade nutricional.

Combater essa realidade implica em adotar sistemas alimentares saudáveis e sustentáveis que unam agricultura, alimentação, nutrição e saúde. É necessário fomentar a produção sustentável de alimentos frescos, seguros e nutritivos, garantir a oferta, a diversidade e o acesso, principalmente da população mais vulnerável. Isso deve ser complementado com educação nutricional e advertências para os consumidores sobre a composição nutricional dos alimentos ricos em açúcar, gordura e sal.

O relatório, no entanto, também destaca iniciativas adotadas pelo governo brasileiro para promover a alimentação saudável e alertar a população para os riscos da má alimentação. Uma delas é a criação de legislações que regulam a comercialização e a publicidade de alimentos para lactantes e crianças, além de outros alimentos voltados à primeira infância. Também foi citada a campanha "Brasil Saudável e Sustentável", que tem por objetivo sensibilizar e alertar a população brasileira dos benefícios da alimentação saudável.

Outro avanço é o Plano Nacional de Redução de Sódio em Alimentos Processados, que já retirou 14.893 toneladas de sódio dos produtos alimentícios. O Brasil também contribuiu ativamente para a aprovação da Década de Ação pela Nutrição (2016–2025) – estabelecida na última Assembleia Mundial da Saúde, em maio de 2016 – para promover o fortalecimento das ações na área de nutrição, com foco na Agenda 2030 das Nações Unidas.

Realidade Regional- Ainda de acordo com o relatório, com exceção de Haiti (38,5%), Paraguai (48,5%) e Nicarágua (49,4%), o sobrepeso afeta mais da metade da população de todos os países da América Latina e Caribe, sendo Chile (63%), México (64%) e Bahamas (69%) os que registram as taxas mais altas. Já com relação à obesidade, as maiores prevalências são observadas em países do Caribe: Bahamas (36,2%) Barbados (31,3%), Trinidad e Tobago (31,1%) e Antígua e Barbuda (30,9%). A obesidade também impacta mais as mulheres: em mais de 20 países de toda região, a taxa de obesidade feminina é 10% maior que a dos homens.

- As taxas alarmantes de sobrepeso e obesidade na América Latina e Caribe devem chamar a atenção dos governos da região para criar políticas que abordem todas as formas de fome e má nutrição, vinculando segurança alimentar, sustentabilidade, agricultura, nutrição e saúde - diz Eve Crowley, representante regional da FAO. Carissa F. Etienne, diretora da Opas, por sua vez, explicou que a região enfrenta "uma dupla carga da má nutrição que deve ser combatida com uma alimentação balanceada que inclua alimentos frescos, saudáveis, nutritivos e produzidos de forma sustentável, além de abordar os principais fatores sociais que determinam a má nutrição", dando como exemplos a falta de acesso a alimentos saudáveis, à água e saneamento, serviços de educação e saúde e programas de proteção social, entre outros.

Desnutrição infantil cai, mas ainda afeta os mais pobres

De acordo com o Panorama, a região conseguiu reduzir consideravelmente a fome e hoje apenas 5,5% da população está subalimentada, sendo o Caribe a sub-região com maior prevalência (19,8%), devido ao fato de o Haiti ter a prevalência de subalimentação mais alta do planeta: 53,4%. A desnutrição crônica infantil (altura e peso baixos para a idade) na América Latina e Caribe também registrou uma evolução positiva: caiu de 24,5% em 1990 para 11,3% em 2015, uma redução de 7,8 milhões de crianças.

Apesar desse importante avanço, atualmente 6,1 milhões de crianças ainda sofrem de desnutrição crônica na região: 3,3 milhões na América do Sul, 2,6 milhões na América Central e 200 mil no Caribe. Destas, 700 mil crianças sofrem com desnutrição aguda, sendo 1,3% menores de cinco anos. Praticamente todos os países conseguiram melhorar a nutrição das crianças, mas cabe destacar que a desnutrição afeta mais a população mais pobre e de áreas rurais. - São nesses locais que os governos devem concentrar os esforços - salienta Eve Crowley. As prevalências mais altas de desnutrição crônica infantil na região são registradas na Guatemala (2014-2015), e Equador (2012-2013), já o Chile e Santa Lúcía têm as menores taxas. A desnutrição crônica apresenta níveis superiores em áreas rurais de todos os países analisados.

Aumenta o sobrepeso infantil

No outro lado da questão, o relatório aponta também que na América Latina e Caribe 7,2% das crianças menores de cinco anos estão com sobrepeso, o que representa um total de 3,9 milhões, sendo que 2,5 milhões moram na América do Sul, 1,1 milhão na América Central e 200 mil no Caribe. As taxas mais elevadas de sobrepeso infantil entre 1990 e 2015 foram registradas – em números totais – na América Central (onde a taxa cresceu de 5,1% para 7%). O maior aumento na prevalência foi registrado no Caribe (cuja taxa aumentou de 4,3% a 6,8%). Já na América Sul – a sub-região mais afetada pelo sobrepeso infantil – houve uma leve diminuição de 7,5% para 7,4%.

Melhorar a sustentabilidade da agricultura

Outra preocupação levantada no relatório é melhorar a sustentabilidade da agricultura na região. Segundo o levantamento, a trajetória atual de crescimento da produção agrícola é insustentável devido, entre outros fatores, às graves consequências impostas aos ecossistemas e recursos naturais da região.

- A sustentabilidade da oferta alimentar e sua diversidade futura estão sob ameaça, a menos que mudemos a forma como estamos fazendo as coisas - alerta Eve Crowley, destacando que 127 milhões de toneladas de alimentos se perdem ou são desperdiçados anualmente na América Latina e Caribe. Segundo a FAO e a OPAS, é necessário tornar mais eficiente e sustentável o uso da terra e dos recursos naturais, melhorar as técnicas de produção, armazenamento e transformação e processamento dos alimentos, e reduzir as perdas e os desperdícios de alimentos para assegurar o acesso equitativo dos mesmos.

SERVIÇO
Clinica Dr. Walter França
Telefones : (81) 3131 7887 / 3423 9272 / 3424.9796

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Casa de Bule monta cardápio especial para o Carnaval



Foto/ Fábio Castor

Já é Carnaval nos quatro cantos de Pernambuco e, para encarar o ritmo frenético do frevo e das prévias no Estado, o folião precisa estar bem alimentado e hidratado. Pensando nisso, o chef da Casa de Bule, Davi Barros, juntamente com a empresária Michelle Melo prepararam um cardápio especial de drinques e sanduíches para repor as energias dos foliões. A Casa de Bule irá funcionar no Carnaval e deve ser um point bastante disputado pelo folião que não quer perder um minuto da festa e para quem quer tirar férias da cozinha nos quatro dias de Folia de Momo.




De acordo com a empresária Michelle Melo os sanduíches foram eleitos pela Casa de Bule como a combinação perfeita para os drinques criados para o Carnaval. "Eles são leves, protéicos e por serem uma fonte de carboidrato, vão dá energia aos foliões para não perderem a festa. Além disso, é uma refeição prática que pode ser consumida rapidamente e também ser levada facilmente para a folia", ressalta. As opções são inúmeras e os preços variam de R$ 12,90 a R$ 18,90.
Foto/ Cris Melo


No menu podemos destacar o sanduiche de rosbife com queijo mussarela, pasta de queijo com ervas, alface e tomate, o de salmão defumado, com cream cheese e mix de folhas, o de queijo coalho com manjericão, tomate seco e mix de folhas, o de queijo mussarela com presunto light, tomates secos, manjericão e pasta especial além dos exclusivos Nordestino com carne de charque, cebola caramelizada e queijo coalho, o sanduíche Casa de Bule que leva peito de peru e pasta de queijo e o e Premium elaborado com peito de peru, creme de queijo gorgonzola, alface e tomate. Os clientes tem ainda a opção de escolherem o pão do sanduíche entre o croissant, integral, ciabata e baguete.

Foto/ Cris Melo

Os drinks criados pela Casa de Bule para o Carnaval podem ser servidos com ou sem álcool. Os smothies, bebida leve preparada com uma fruta, gelo e água serão servidas nos sabores Kiwi, pêssego ,coco e morango. Quem optar pela versão alcóolica tem como opções o gin, a vodka e a cachaça. A limonada caseira tradicional com suco de limão e um sabor Monin da fruta além da limonada de pêssego e morango integram o cardápio. Entre os drinks criados para o Carnaval estão o Boa Viagem Summer que leva rum, água com gás e Monin de Toranja, o Spritzer que leva Monin de Frutas do Bosque, vinho branco e água com gás e o Coco Bule que leva Monin Le Fruit de Coco, vodka, suco de abacaxi e gelo. Para quem vai brincar ou quer relaxar, opções não vão faltar na Casa de Bule!

Foto/ Fábio Castor



SERVIÇO:

Casa de Bule ( Restaurante e Cafeteria)

Rua Coronel Benedito Chaves, 182, Boa Viagem

Horário de funcionamento: 10h30 às 22h ( do Sábado de Zé Pereira(25) à terça de Carnaval(28 de fevereiro). Na quarta -feira de Cinzas abre das 11h30 às 22h.

Informações: (81) 3132. 1683

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Folia do Moraes no Parnamirim


Ferro Velho Botequim/ Foto Léo Motta


O bloco carnavalesco Folia do Moraes em parceria com o Bar e Restaurante Ferro Velho Botequim, movimenta o Parnamirim, pela primeira vez, neste sábado (04), com concentração, na rua Padre Roma, 430. A animação fica por conta das bandas As Meninas e Maestro Guga e Orquestra, além de DJ para agitar as picapes do paredão da Ambev, nos intervalos. A festa começa às 15h e promete se estender até às 23h. A camisa do bloco custa R$ 30,00. As mesas variam de R$ 50 a R$ 250, com direito a algumas bebidas específicas, caso o ingresso seja comprado até a sexta-feira (03 de fevereiro). Informações: (81)3204-0598.



PROGRAMAÇÃO:

15h – Paredão da Ambev com DJ nas picapes

17h30 as 19h30 – banda As meninas

19h30 as 20h – DJ

20h as 23h – Maestro Guga e Orquestra


SERVIÇO:

1ª FOLIA DO MORAES

Quando: neste sábado (04), das 15h às 23h

Preço da camisa: R$ 30

Mesas compradas até o dia 03 de fevereiro.

- 1 Mesa + 1 camisa: R$ 50 (4 pessoas)

- 1 Mesa + 1L de Absolut + 1 camisa: R$ 150 (4 pessoas)

- 1 Mesa + 1L de Chivas + 1 camisa: R$ 200 (4 pessoas)

- 2 Mesas + grade de Heineken 600 ml + 1 camisa: R$250 (8 pessoas)

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Sítio da Trindade abre inscrições para Oficina de Circo

Fotos Andréa Rêgo Barros/ Acervo PCR


As artes circenses bem pertinho de você e, o melhor, gratuitamente. Estamos falando da Oficina de Circo que o Sítio Trindade, equipamento cultural da Prefeitura do Recife, oferece a partir do dia 6 de fevereiro, ao público em geral. As inscrições já estão abertas e os interessados podem se dirigir diretamente ao Sítio na Estrada do Arraial, 3.259, em Casa Amarela, Recife. A idade mínima para participar da oficina é de 16 anos.


O instrutor da atividade será Ivo Amaral. As aulas serão realizadas nas terças e quintas, das 9h às 12h, na lona de circo montada no local. Os participantes terão a oportunidade de conhecer os fundamentos básicos do malabarismo com bolas, arcos e claves; do equilíbrio na corda bamba (com o slackline); e da acrobacia aérea. Quem tiver seu próprio material de malabarismo, pode levar para a oficina, que pretende unir desde pessoas que querem se iniciar nas artes circenses, até aqueles que já possuem alguma técnica e queira compartilhar.

Serviço:
Oficina de Circo no Sítio Trindade, com Ivo Amaral
Quando: a partir de 6 de fevereiro
Horário: 9h às 12h, terças e quintas-feiras.
Local: Sítio Trindade, Estrada do Arraial, 3.259, Casa Amarela, Recife
Faixa Etária: A partir dos 16 Anos
Inscrições gratuitas
Informações: 3355.3410

Festa Bregalize reúne Troinha, Kelvis Duran, Banda Torpedo e DJ Val nesta sexta-feira

Fotos/ Divulgação

Parece que o brega já não é mais tão brega assim. Com quase todos os seus ingressos antecipados esgotados, a festa Bregalize realiza nesta sexta-feira (03), a partir das 22h, no Roof Tebas, a sua primeira prévia de carnaval, onde reúne no mesmo palco, o MC Troinha, Kelvis Duran, Banda Torpedo, DJ Val e a Orquestra Backstage, que anima o público com muito frevo até a manhã do sábado.


Considerado um dos maiores ícones da cena brega recifense, o MC Troinha é uma das sensações da noite. Os sucessos que misturam brega-funk e arrocha, "Balança balança", "Vai descendo" e "Sinto sua falta" estão confirmadíssimos no repertório do MC. 



O romantismo da Banda Torpedo também promete incendiar o Roof Tebas. Os clássicos, "Diz na minha cara", "Foi amor" e "Ausência" não vão faltar no agito.




Na seleção de Duran, "Contigo na cabeça", "Perdoa-me", "À deriva", "Estando com ela e pensando em ti", "Apaixonado por você" e "Não sou de pedra". A maratona musical ainda conta com a discotecagem dos DJs Rodrigo Porto, Riana Uchôa e Nat P.



Em sua variação (funk ou tradicional romântica) o brega saiu da periferia e tomou conta das festas de classe média da cidade, tornando-se um dos estilos musicais preferidos da galera hipster e alternativa.



Os ingressos da Bregalize custam R$ 35 (meia entrada – estudante), R$ 40 (social + 1kg de alimento não perecível) e R$ 70 inteira. Disponíveis na Oficina Cabrón em Casa Forte, na Redley do Shopping Recife, na Colcci do Shopping RioMar e Eventick: https://goo.gl/XoJq2V.



Serviço:

Festa Bregalize de Carnaval

A partir das 22h, no ROOF TEBAS - Rua da Concórdia, 943 - São José, Recife

Ingressos: R$ 35 (meia entrada – estudante), R$ 40 (social + 1kg de alimento não perecível) e R$ 70 inteira

Pontos de venda: Oficina Cabrón (Av. 17 de Agosto, 1752 / Casa Forte – Recife), Redley (Shopping Recife), Colcci (Shopping RioMar) e Eventick: https://goo.gl/XoJq2V

Informações: (81) 9 9748.1054 / (81) 9 9748.8517

Realização:
 Obml Prod + Ôxe Prod + Riana Uchôa



Concursos do Carnaval preservam tradição dos festejos da folia




Fotos/ Acervo PCR

O Carnaval do Recife é uma grande festa que reúne, entre muitos elementos, alegria e tradição. Com o intuito de valorizar e preservar essa que é a nossa maior manifestação cultural, a Prefeitura do Recife promove os Concursos do Carnaval. Eles anunciam que a folia se aproxima e lançam um clima festivo que se espalha pela cidade, contagiando turistas e recifenses. Ao todo são realizados sete concursos que vão do período pré-carnavalesco até os dias de Momo, através da Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife.




Durante o período pré-carnavalesco, que vai de janeiro até meados de fevereiro, acontecem os concursos de Rei Momo e Rainha do Carnaval, Fantasias, Passistas, Porta Estandarte, Flabelistas, Mestre Sala e Porta Bandeira. E enquanto a folia invade o Recife nos dias oficiais da festa, acontece o Concurso de Agremiações, quando as principais manifestações artísticas da cidade disputam em onze categorias: Troças Carnavalescas, Clubes de Frevo, Clubes de Boneco, Blocos de Pau e Corda, Maracatus de Baque Solto, Maracatus de Baque Virado, Caboclinhos, Tribos de Índios, Bois de Carnaval, Ursos (La Ursa) e Escolas de Samba. A premiação total chega ao valor de R$ 877.540,00. Todos os concursos têm entrada franca e o folião é sempre o convidado de honra.



Conheça cada um dos Concursos do Carnaval 2017:


Concurso do Rei Momo e Rainha do Carnaval – A competição, que conta este ano com 52 inscritos, elege a dupla que vai reinar no Carnaval e comandar seus súditos na folia. As majestades do Carnaval do Recife serão conhecidas depois de três eliminatórias: nos dias 12 de janeiro (Teatro Apolo), 18 de janeiro (Teatro Luiz Mendonça), e a grande final em 3 de fevereiro, no Pátio de São Pedro. Os candidatos eleitos como Rei Momo e Rainha do Carnaval 2017 farão apresentações nos principais bailes Carnavalescos, Escolas Públicas e Privadas, Comunidades e Agremiações Carnavalescas, agendados pela Coordenação do Concurso. Os vencedores ganharão R$ 18 mil cada um.



Concurso de Passistas – Essa é uma disputa que costuma arrancar muitos aplausos e gritos do público, com os passistas dando um show de frevo no pé, desafiando a gravidade com seus passos que misturam habilidade, técnica e alegria. Este ano são 94 candidatos que concorrem nas categorias Mirim (masculino e feminino), Infantil (masculino e feminino), Juvenil (masculino e feminino), Adulto (masculino e feminino) e Passista de Rua (masculino e feminino). As disputas acontecem nos dias 2 e 4 de fevereiro, no Pátio de São Pedro. Os prêmios vão de R$ 840,00 a R$ 1.800,00.



Concurso de Fantasias – Um dos concursos mais tradicionais do Recife chega a sua 4ª edição, com 18 candidatos que disputam na categoria Originalidade e cinco na categoria Luxo, totalizando 23 participantes. O concurso será realizado no dia 15 de fevereiro, às 19h, no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções de Pernambuco. Serão premiados os primeiros, segundos e terceiros lugares de cada categoria. Os prêmios vão de R$ 5 mil a R$ 8 mil para a categoria Originalidade e, de R$ 6 mil a R$ 10 mil para Luxo. Além dos valores, os vencedores terão a honra de levar suas fantasias campeãs para desfilar no Baile Municipal do Recife. Eles ainda recebem uma premiação extra de R$1.500 cada um, como ajuda de custo para desfilarem no baile.



Concurso de Porta Estandarte, Flabelista, Mestre Sala e Porta Bandeira – Este concurso tem a finalidade de valorizar os brincantes carnavalescos tradicionais do Recife, As disputas acontecem nos dias 30 de janeiro e 01 de fevereiro. Os competidores disputam o título de melhor Porta Estandarte, Flabelista, Mestre Sala e Porta Bandeira das mais diversas modalidades de agremiações carnavalescas como Clubes de Frevo, Troças Carnavalescas, Maracatus de Baque Solto e Virado, Caboclinhos, Tribo de Índios, Flabelistas de Pau e Cordas e Escolas de Samba. As apresentações acontecem no Pátio de São Pedro, a partir das 17h, com entrada franca. Ao todo, 96 candidatos se apresentam para o público e para uma comissão julgadora composta por três jurados especialistas em agremiações carnavalescas. Os itens a serem observados são: coreografia, evolução e figurino. A premiação para os primeiros e segundos lugares da categoria adulto é de R$1.800 e R$1.200, respectivamente. Para a categoria infantil os valores são de R$1.200 (1º lugar) e R$960 (2º lugar).



Concurso de Agremiações – Aqui, um concurso que exalta toda riqueza da diversidade das manifestações carnavalescas do Recife. No total, 249 agremiações desfilam no domingo (26), segunda (27) e terça (28) de carnaval. Elas são divididas em quatro grupos: Grupo Especial, Grupo 1, Grupo 2 e Grupo de Acesso. As agremiações do Grupo Especial desfilarão no Polo Central, que ficará na Avenida Nossa Senhora do Carmo, bairro de São José. As do Grupo 01, 02 e de Acesso, desfilarão nos Polos Descentralizados, instalados na Avenida do Forte, bairro do Cordeiro, e Pátio de Santa Cruz, no bairro da Boa Vista. Uma comissão julgadora formada por sete membros analisará os desfiles e estará atenta aos itens da composição artística obrigatória correspondentes à cada agremiação. Este é o concurso que oferece a maior premiação entre as competições carnavalescas. A soma dos prêmios chega ao valor de R$730.500,00.


Site do Carnaval do Recife : www.carnavalrecife.com


domingo, 29 de janeiro de 2017

Evento gratuito sobre obesidade acontece nesta segunda-feira(30), no Hospital Esperança

Dr. Walter França/ Fotos Adriana Ximenes

O cirurgião Walter França movimenta nesta segunda-feira (30), de janeiro, a Reunião Multidisciplinar da Obesidade. O evento gratuito, acontece às 19h, no 7º andar, do anexo 3, do Hospital Esperança, na Ilha do Leite. O evento conta com palestras do cirurgião bariátrico, da psicóloga e nutricionista que integram a sua equipe. A obesidade é um grave problema de saúde mundial. A cada ano cresce o percentual de obesos e esse problema na maioria das vezes é ocasionado pela ocidentalização no modo de se alimentar, a revolução tecnológica que torna tudo automático e o sedentarismo ocasionado pela falta de tempo para se exercitar.

Justificativas à parte, o excesso de peso traz consigo várias doenças que comprometem a saúde e a realização de atividades corriqueiras do dia a dia. De acordo com o cirurgião bariátrico Walter França os quilos a mais não interferem apenas na autoestima dos pacientes mas, colaboram para desencadear várias doenças como problemas cardiovasculares, câncer, depressão, hérnias, diabetes II, dermatites e dislipidemia(alteração do colesterol). Apnéia do sono, incontinência urinária ,disfunções hormonais e erétil nos homens, doenças articulares e do refluxo, entre outros problemas, acometem que está bem acima do peso.



De acordo com o profissional, que tem mais de 3 mil cirurgias no currículo, os procedimentos mais utilizados atualmente na área de cirurgia bariátrica são o Bypass intestinal  e o Sleeve.  No Sleeve ou Gastrectomia Vertical, o estômago do paciente é grampeado em forma de tubo que vai do esôfago ao duodeno. Assim se reduz o estômago em até 80% do seu tamanho. O novo órgão fica com 150 ml a 250 ml e com forma parecida com um tubo gástrico." Nessa redução se retira parte do fundo gástrico, região que produz o hormônio grelina, responsável pela sensação de fome. Após a cirurgia, o apetite diminui. Esse procedimento é indicado para paciente com obesidade 3 e mórbida principalmente o que possuem problemas intestinais ou quadro de anemia importante", enfatiza.

Outro método bastante utilizado atualmente é o Bypass intestinal de Forbi Capella.  Nessa intervenção cirúrgica a um desvio do intestino delgado fazendo com que o paciente absorva menos gordura do que antes. Todo o intestino continua funcionando normalmente e a absorção de vitaminas e minerais permanece a mesma. "A média de perda de peso do paciente  que se submete ao Bypass, oscila entre 40%, mas pode variar entre 25% e  55%", relata a profissional.

Segundo Walter França, hoje já é possível operar um paciente com índice de massa corpórea (IMC) partir de 30, com doenças correlatas e, como qualquer outra cirurgia, a bariátrica tem riscos, mas as doenças relacionadas ao excesso de peso, matam muito mais. " O risco de óbito numa cirurgia bariátrica é de 0,3, já a obesidade mata 10 vezes mais", relata o profissional.

SERVIÇO:

Cirurgião Bariátrico Walter França
Fone: (81) 3131 7887 / 3423-9272 / 3424-9796